Lady Val

Lady Val

BEM VINDOS!

"Sou de onde o vento me levar. Nos quatro cantos do mundo
Sempre vou estar *Poema" "As Bruxas"

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Magia Menor.




Os chamados "feitiços e encantamentos"  são denominados de "Magia Menor"
Esses feitiços podem ser usados tanto para o bem como para o mal. O termo "magia negra" e "magia branca" faz-se errado - a Energia Mágica não tem cor; ela é a mesma. Apenas o bruxo pode usa-la de forma negativa ou positiva. A maldade ou bondade não se encontra na mágica e sim no bruxo. 

Para toda magia feita, existe uma lei, chamada "Lei do Triplo Retorno". Ela diz que, toda a feitiçaria, feita tanto para o bem, como para o mal, retornará a pessoa que a envia três vezes multiplicada. Assim, atenção ao conselho Wiccano: "Se não prejudicar ninguém, faze o que quiseres" 




Todo Ritual que não seja de adoração, isto é, que seja feito para se alcançar um propósito ou realizar algum desejo é chamado Feitiço ou Encantamento, sendo uma das partes mais procuradas da aprendizagem. Basicamente existem:

o Feitiços de Cura 
o Feitiços de Amor 
o Feitiços de Prosperidade 
o Feitiços de Proteção 
o Feitiços para Elevação Espiritual 

Quase todos os desejos e problemas humanos se encaixam numa dessas categorias. Dentro da Wicca não se faz Magia Negra, pois acreditamos que tudo o que fizermos voltará para nós multiplicado por três. A Magia Negra não é só aquela em que se deseja o Mal para outras pessoas, ou Rituais com o uso de Sangue e Sacrifícios. Magia Negra também pode ser interferir no Livre Arbítrio de outras pessoas. Isto acontece muito em Feitiços de Amor. Parece que essas pessoas não têm a menor preocupação com a vontade alheia. Para a tristeza das "mães bem-intencionadas", suas filhas têm o direito de escolher os seus relacionamentos e de dar cabeçadas na vida, pois, talvez, ela necessite até cármicamente dessa experiência para evoluir como ser humano. Além do mais, temos o péssimo costume de julgar os outros pelas aparências, e, muitas vezes, somos vítimas dos nossos preconceitos e cometemos grandes injustiças. É muito melhor fazer um Ritual de Proteção para que os Deuses orientem seus filhos no caminho certo, e deixar que eles vivam suas vidas com o mínimo de interferência.




Quanto aos Rituais de Amor, nunca devemos forçar uma pessoa a nos amar, e muito menos a casar conosco. Não podemos prever o futuro, e o casamento de nossos sonhos pode se tornar um grande pesadelo. Muitas pessoas se casam através desses Rituais de Amarração, para verem, depois de algum tempo, aquela paixão forçada se transformar em puro ódio, quando tudo não termina em tragédia.

Correto seria pedir aos Deuses para que lhe mostrassem a pessoa certa para lhe fazer feliz e também ser feliz ao seu lado, pois, muitas pessoas que buscam Feitiços de Amor raramente parecem se preocupar com a felicidade do outro.

Agora, se você tem certeza de que alguém te ama, e existem obstáculos ao seu bom relacionamento, um feitiço pode ser feito para afastar esses obstáculos, que podem ser pessoas fofoqueiras, preconceitos, uma família intransigente, etc.
Sempre que terminar um Feitiço, diga:

"Que seja para o Bem de todos".



Confie na sabedoria dos Deuses, pois a visão deles é muito mais ampla que a nossa. Wicca é uma Tradição Lunar, assim, todos os rituais devem ser feitos após o Sol se pôr, a não ser que seja absolutamente impossível. Cada fase da Lua tem o seu significado. Em muitas tradições mágicas, a mulher é desaconselhada a trabalhar quando estiver menstruada. Na Wicca, essa é a fase de maior poder, especialmente quando coincidir com a Lua do Feitiço. 

Energia Utilizada nos Feitiços

Existem vários Feitiços de acordo com a Energia utilizada:

Energia Natural - É a Energia dos elementos da Natureza, como Ervas, Cristais, Componentes animais e também o uso das linhas de força do Planeta, conhecidas como Força Telúrica.

Energia Elemental - É aquela em que a Bruxa pede ajuda a seres ligados aos Quatro Elementos (Água, Fogo, Terra e Ar), isto é, trabalha com os Gnomos, Fadas, Salamandras, Silfos, Dragões e outros seres do mundo Astral. 

Energia Planetária - Como o próprio nome diz, é o trabalho com as Energias dos Planetas. As Bruxas, de um modo especial, trabalham com a chamada Energia Lunar, pois a Lua é um refletor não só da Energia Solar como da Energia de todos os Planetas do nosso sistema. 




Energia Divina - É quando a Bruxa trabalha diretamente com os Deuses, evocando seu poder para o trabalho mágico. 

Energia Pessoal - É aquela gerada interiormente, ou seja, da própria fonte de Energia interna da Bruxa. Essa Energia é chamada Kundalini no Oriente, e nada mais é do que a energia Sexual do ser humano, que, na verdade, é a nossa maior fonte de Poder Pessoal. 

Quando a Bruxa ergue o Cone do Poder, ela está gerando seu próprio Poder Pessoal, através da Energia Sexual, ou está drenando Energia de alguma das fontes citadas acima. O mais comum é utilizarmos várias dessas fontes durante um Feitiço. Por exemplo, podemos utilizar a Energia das Plantas e água energizadas pela Lua, carregarmos com nossa Energia Mental, e ainda chamar os Elementais e os Deuses para nos ajudar.

Quando trabalhar com os Deuses, nunca misture Panteões. Na Dúvida, use os termos Deusa e Deus, pois todas as deusas são uma só Deusa, e todos os deuses são o mesmo Deus. Nunca trabalhe após as refeições, e, no dia dos Feitiços, procure não comer carne ou ingerir bebidas alcoólicas. Evite qualquer tipo de droga ou calmante, e tome somente os remédios estritamente necessários.


Nunca faça um Feitiço quando estiver doente ou esgotada fisicamente, a não ser numa emergência. Um Ritual pode consumir muito mais Energia do que uma aula de aeróbica, ou uma partida de futebol. Portanto, não seja como certas pessoas muito Espiritualistas, que descuidam do corpo e depois querem ser Bruxas. Prefira alimentos naturais, tome vitaminas e pratique algum esporte. Aulas de Artes Marciais são ótimas. Se não for possível, pelo menos faça caminhadas, de preferência numa praia ou parque, onde tenha muito verde.

Não se esqueça de traçar o círculo quando for realizar um Feitiço. Acostume-se sempre chamar os Deuses e Elementais adequados para te auxiliar. Sempre tome um banho antes do Ritual e procure determinar exatamente o que será feito, para que não haja dúvidas durante a execução. 


Se você tiver um Animal Guardião, pode chamá-lo para ficar em sua companhia durante o Feitiço. Você deve montar o altar com as velas do Deus e da Deusa, colocar pelo menos algum símbolo para os Quatro Elementos, um incenso apropriado, ervas e outros materiais. As ervas devem ser queimadas dentro do Caldeirão. O Fogo deverá ser o foco da sua concentração. Gire em torno dele para criar o Cone do Poder. O sucesso de um Feitiço depende muito mais da sua concentração que dos materiais utilizados. A Força da Emoção e da Vontade é essencial para que se consiga bons resultados. Você pode criar um mantra, que será repetido enquanto você gira ao redor do Caldeirão. Esse mantra pode ser uma palavra que tenha a ver com o Feitiço, uma canção ou rima criada de acordo com o seu desejo. 

É comum as Bruxas fazerem versos que são recitados durante o Feitiço. Por exemplo: 

"Forças da Terra e do Fogo,
Forças da Água e do Vento,
Protejam eternamente
O Amor do meu pensamento."





À primeira vista, isso pode parecer meio bobo, mas é uma poderosa forma de alterar a sua consciência. Para se fazer um Feitiço é importante que se tenha quatro itens:

o Desejo;
o Concentração;
o Visualização;
o Expectativa. 

É preciso ter um forte desejo, pois um Feitiço depende muito da carga emocional que você conseguir projetar nele. Você precisa saber exatamente o que você quer e permanecer firme a essa ideia  Também é necessária uma boa dose de concentração para que não se desvie do seu objetivo e possa manter uma imagem fixa do seu desejo durante o Ritual. Para que um desejo atinja os níveis mais profundos de nossa mente é necessário que ele seja expresso em imagens, pois o Inconsciente trabalha através de símbolos e não de palavras. É importante que você consiga fazer uma visualização do seu desejo realizado, num quadro o mais perfeito possível. No começo, pode parecer difícil, mas seria bom fazer alguns elementos de Visualização. 




Um exercício simples é olhar para um objeto, fechar os olhos e tentar revê-lo novamente com o máximo de detalhes. Ou simplesmente tentar criar cenas mentais, o mais exatas possíveis. Mas a boa visualização não significa apenas ver um objeto. Se você está imaginando uma fruta, por exemplo, o certo é você imaginar seu gosto, cheiro, textura, etc. A boa Visualização leva em conta todos os sentidos.


Um comentário:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.